Rogerio Barros

Já enviou 5 Definições.

5. Atípca

[Do gr.átypos, irregular\+ico².] Adj.

Que se afasta do normal, do típico.



4. Parco

[Do Lat. parcu] Adj.
1-Que poupa ou economiza;
2-Moderado nos gastos e na alimentação;
3-Não abundante;
4-Minguado, escasso.

3. Gnosticismo

s. m.,
sistema filosófico e teológico cujos sectários pretendiam ter um conhecimento completo e transcendente da natureza e dos atributos de Deus.

Gnosticismo designa o movimento histórico e religioso cristão que floresceu durante os séculos II e III, cujas bases filosóficas eram as da antiga Gnose (palavra grega que significa conhecimento), com influências do neoplatonismo e dos pitagóricos. Este movimento revindicava a posse de conhecimentos secretos (a "gnose apócrifa", em grego) que, segundo eles, os tornava diferentes dos cristãos alheios a este conhecimento. Originou-se provavelmente na Ásia menor, e tem como base as filosofias pagãs, que floresciam na Babilônia, Egito, Síria e Grécia. O gnosticismo combinava alguns elementos da Astrologia e mistérios das religiões gregas, como os mistérios de Elêusis, com as doutrinas do Cristianismo. Em seu sentido mais abrangente, o Gnosticismo significa "a crença na Salvação pelo Conhecimento" (Joan O'Grady).

Esta palavra tem aparecido ultimamente por causa do chamado "Evangelho de Judas", que é de fundo gnóstico; e também por causa do livro "O Código da Vinci", de Dan Brown (Editora Sextante, 2004), onde o autor diz que se baseou nos evangelhos apócrifos e gnósticos de Maria Madalena, Filipe e Tomé, para fazer as suas afirmação contra a Igreja católica. O gnosticismo está também na base filosófica e religiosa de muitos movimentos e seitas como a Nova Era, o espiritismo, hinduísmo, etc.

É uma concepção religiosa muito antiga, de antes de Cristo, que veio do Oriente, provavelmente da Pérsia, e que se infiltrou na Igreja gerando uma terrível heresia que foi severamente combatida já pelos Apóstolos São Paulo, São Pedro e São João em suas cartas, e também por Santo Irineu (130-200) no seu famoso livro "Contra os Hereges" (Ed. Paulus, Patrística, Vol. 4, 1995, SP).

2. Gnóstico

[Do gr.ginostikós, pelo lat.gnosticu] Adj.e s.m. Dis-se de, ou sectário do gnosticismo.

1. Estereotipação

Estereotipação é "ficar estancado, freado, em um só lugar", estancar-se nos próprios ensinamentos gnósticos. Aceitar uma idéia, uma imagem, opinião ou concepção muito simplificada do ensinamento gnóstico, e petrificar-se nessa idéia, imagem, opinião e concepção.

Com outras palavras, a Estereotipação é querer colocar o ensinamento gnóstico em moldes fixos, mecanizar e ESTEREOTIPAR o ensinamento, levá-lo à parte mecânica dos Centros da Máquina Humana, e ficar estancado neste ponto.

Quando uma pessoa cai na Estereotipação do ensinamento, perde-se o objetivo da Revolução da Consciência, perde-se o choque que nos dá o ensinamento, o qual é tão indispensável para o Despertar da Consciência.


1 página - 5 Definições