O dicionário de português gratuito para internet, onde as palavras são definidas pelos usuários. Uma iniciativa de documentar on-line a evolução do português. Não deixe as palavras passarem em branco, participe definindo o seu português!

O Dicionário inFormal é do caralho! Ali não existem definições certas ou erradas, mas definições da vida real para o português.

1) Cachorro vadio, magrelo, desmilinguido, sem raça definida.
2) Adjetivo pejorativo para pessoas.

1) Ei vizinho, teu guaipeca revirou meu lixo tchê!
2) Buenas, não quer adotar um cachorro? É um guaipequinha, mas é bonito.
3) Mas é um guaipeca esse xiru. Só quer saber de vadiar.


Caborteiro, s. e adj.
Cavalo ou outro animal, manhoso, arisco, infiel, velhaqueador, que não se deixa pegar.
Indivíduo velhaco, esperto, manhoso, mau, mentiroso, trapaceiro, tratante, que vive de expedientes.

Meu cavalo caborteiro.

Indivíduo pobre , mas com pretensões de aparecer; figurar.
Em sentido figurado: indivíduo descarado; ordinário; safado.

Fulano é mesmo um pelintra, tá duro e quer se mostrar.


Têrmo regional que no Nordeste significa: Aborrecido; irritado; agastado.

Fulano vive arrufado com sua situação econômica.

Indivíduo velhaco, manhoso, astuto.
Cheio de manha, espertão.
Falseador, intrujão.

O socarrão sempre tá esperto.
Se liga nesse cara ai, é socarrão.
O socarrão passou a perna no comerciante.
O socarrão foi preso após aplicar um golpe no comércio.


Estouro, mesmo que explodir.

O transformador de energia deu um papoco.
A bola papocou.

Expressão popular que corresponde a recomendação para que se preste atenção ao próprio comportamento. Equivalente a comportar-se. Por tratar-se de uma expressão antiga é muitas vezes utilizada de forma brincalhona ou jocosa.

Tome tento, menino, ou seu pai vai te por de castigo.


Dicionário inFormal - Dicionário online de Português