Genocídios

10 Definições encontradas.

Classificação morfossintática

Genocídios é um Substantivo, masculino plural de genocídio;

Assassinatos motivamos dor diferenças de raças, etnias, credos, políticas e etc.

Na imprensa lemos mais frequentemente acerca dos genocídios nazi e comunista.
  


Tentativa de, ou destruição, total ou parcial, de grupo nacional, étnico, racial ou religioso.

Genocídio tem sido definido como o assassinato deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e (por vezes) políticas. Há algum desacordo, entre os diversos autores, quanto ao facto de se designar ou não como genocídio os assassinatos em massa por motivos políticos. O genocídio é um tipo de limpeza étnica.

O termo genocídio foi criado por Raphael Lemkin, um judeu polaco, em 1944, juntando a raiz grega génos (família, tribo ou raça) e -caedere (Latim - matar). Com o advento do genocídio dos judeus pelo regime nazi, o Holocausto, Lemkin fez campanha pela criação de leis internacionais, que definissem e punissem o genocídio. Esta pretensão tornou-se realidade em 1951, com a Convenção para a prevenção e repressão do crime de genocídio. [1]

O genocídio foi, na época da colonização européia na América Latina e na África, largamente utilizado para que com o extermínio dos povos indígenas, se tornasse mais fácil para a Europa a escravização daqueles que lá habitavam.
  

Crime contra um grupo de pessoas, seja por sua etnia, condição social, crença religiosa, nacionalidade etc

Eles cometeram um genocídio
  


Assassinato deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e (por vezes) políticas.

O Genocídio do Ruanda foi um genocídio perpetrado no Ruanda em 1994 por facções de hutus, atacando tutsis e hutus moderados.
  

S. m. recusa do direito de existência a grupos humanos inteiros, através da exterminação de seus indivíduos.

Eles foram responsáveis por um genocídio
  


O assassinato deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e (por vezes) políticas.

Ocorreu um genocídio ontem.
  

Recusa do direito de existência a grupos humanos inteiros, pela exterminação de seus indivíduos.

Aconteceu um genocídio naquela época.
  

É tentativa ou a consumação de exterminação total ou parcial de um grupo humano, seja por motivos raciais, étnicos ou religiosos.
É considerado como crime hediondo, de acordo com a Lei 8.072 de 1990, que remete a Lei 2.889 de 1956, que regula o genocídio.

Houve uma condenação por crime de genocídio, por um grupo de indivíduos cuja ideologias atentam contra os preceitos religiosos.
  

Massacre que atinge um grande número de pessoas (populações ou povos).
Ação de aniquilar grupos humanos através da utilização de diferentes formas de extermínio como: a pobreza ou a fome em certas regiões do mundo; sequestro permanente de crianças e refugiados etc.

Foi um genocídio isso que acabou de acontecer
  

Termo cunhado por R. Lemkin em Axis Rule in Occupied Europe, Washington, 1944, para designar a destruição em massa de um grupo étnico. Designa aquilo que os judeus qualificaram como holocausto e que os nazis alcunharam como solução final. Segundo a Resolução da Assembleia Geral da ONU de 11 de Dezembro de 1946, foi definido como a recusa do direito à existência de inteiros grupos humanos, e declarado como um delito do direito dos povos. Na Convenção aprovada pela mesma entidade em 9 de Dezembro de 1948, desenvolve-se a definição, abrangendo-se vários actos cometidos com a intenção de destruir no todo ou em parte um grupo nacional, étnica, racial ou religioso.

Bush deve ser condenado por genocídio
  

Outras informações sobre Genocídios:

Palavras com 10 Letras
A Palavra Genocídios possui 10 Letras
A Palavra Genocídios possui 5 vogais - e o i io
A Palavra Genocídios possui 5 consoantes - g n c d s
A Palavra Genocídios ao contrário: Soidíconeg
Busca reversa Onomasiológica por Genocídios
Visualize Genocídios

1 página - 10 Definições