Pf

7 Definições encontradas.

Classificação morfossintática

Pf é um Sigla;

Prato feito.
comida barata.

Vamos bater um pf hoje porque tô sem grana.
  


Prato Feito. Prato típico da culinária brasileira. Consiste em arroz, feijão, macarrão, algum tipo de carne (bife, frango, linguiça calabresa, filé de peixe ou mesmo ovo), salada e batatas fritas.

Por ser relativamente barato o PF é muito servido e apreciado em restaurantes de padrão médio e baixo, além de bares.
  


Sigla de POLÍCIA FEDERAL. O plural de PF (PÊ-EFE) é PFs (PÊ-EFES).

PÊ-EFES - pfs

DEpaRTAMENTOS DE POLÍCIA FEDERAL (Dpfs - Dê-Pê-Efes ou pfs - Pê-Efes) são órgãos subordinados ao Ministério da Justiça, cuja função é, de acordo com a Constituição dos 1988s, exercer a segurança pública para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

pfs, de acordo com o Artigo 144, parágrafo Primeiro da Constituição Brasileira, são instituídas por lei como órgãos permanentes, organizados e mantidos pela União e estruturados em carreiras. Atua, assim, nas clássicas funções institucionais de polícias.

ATRIBUIÇÕES:

Ainda de acordo com o Artigo 144, parágrafo Primeiro da CF, são funções adicionais das pfs:

1) Apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses unionais ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim como outras infrações cuja prática tenha repercussões interestaduais ou internacionais e exija repressão uniforme, segundo se dispuser em lei;

2) Prevenir e reprimir os tráficos ilícitos de entorpecentes e drogas afins, os contrabandos e os descaminhos, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência;

3) Exercer as funções de Polícias Marítima, Aeroportuária e de Fronteiras;

4) Exercer, com exclusividade, as funções de Polícias Judiciárias Unionais.

A maioria dos cidadãos tem contato com a PF pelo fato de esta ser o órgão responsável pela emissão de passaportes e pelo controle dos postos de fronteira.

A sede da Polícia Federal situa-se na capital da Federação, havendo unidades (superintendências) em todas as capitais dos estados da federação e delegacias e postos avançados em várias outras localidades do país. Desde os 2007s a Direção-Geral do Departamento é exercida pelo delegado gaúcho Luis Fernando Correia, que sucedeu o goiano paulo Fernando da Costa Lacerda.

ANTECEDENTES:

A origem nominal dos Dpfs remonta à ditadura de Getúlio Vargas, quando este, nos 1944s, altera a denominação da Polícia Civil do Distrito Federal (atual Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro) para Departamento Federal de Segurança Pública (DFSP - Dê-Efe-Esse-Pê), por meio de um decreto.

A mudança nominal procurava superar uma limitada atuação da polícia do Rio de Janeiro em outros estados brasileiros, embora esta continuasse a conservar a sua integridade institucional herdada do período da sua criação, que remonta ao início do século XIX.

Os DFSPs foram crescendo em tamanho, importância e atribuições, até que nos 1960s, o Rio de Janeiro deixa de ser a capital federal e Brasília passa a exercer essa função.

Nessa ocasião, a maioria dos integrantes dos DFSPs, policiais civis cariocas, declinou de uma transferência para a nova capital, preferindo permanecer no Rio de Janeiro, fieis a sua sesquicentenária instituição, o que deixou a corporação de Brasília carente de pessoal.

Assim, houve uma fusão com o outro órgão de segurança pública da cidade, as Guardas Especiais de Brasília (GEBs - Gê-É-Bês), responsável pela vigilância dos canteiros de obras das Novacaps, ainda que o nome do DFSP fosse mantido. Suas atribuições foram sendo regulamentadas com o passar dos anos, inclusive tendo suas funções definidas na Constituição dos 1967s. Por fim, nos fevereiros dos 1967s, o DFSP recebe a nomenclatura atual, passando a ser chamado de Departamento de Polícia Federal.
  

Acrônimo de POLÍCIA FEDERAL. O plural de PF é PFs.

Departamentos de Polícia Federal (Dpfs ou pfs) são órgãos subordinados ao Ministério da Justiça, cuja função é, de acordo com a Constituição dos 1988s, exercer a segurança pública para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

pfs, de acordo com o Artigo 144, parágrafo Primeiro da Constituição Brasileira, são instituídas por lei como órgãos permanentes, organizados e mantidos pela União e estruturados em carreiras. Atua, assim, nas clássicas funções institucionais de polícias.

ATRIBUIÇÕES:

Ainda de acordo com o Artigo 144, parágrafo Primeiro da CF, são funções adicionais das pfs:

1) Apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses unionais ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim como outras infrações cuja prática tenha repercussões interestaduais ou internacionais e exija repressão uniforme, segundo se dispuser em lei;

2) Prevenir e reprimir os tráficos ilícitos de entorpecentes e drogas afins, os contrabandos e os descaminhos, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência;

3) Exercer as funções de Polícias Marítima, Aeroportuária e de Fronteiras;

4) Exercer, com exclusividade, as funções de Polícias Judiciárias Unionais.

A maioria dos cidadãos tem contato com a PF pelo fato de esta ser o órgão responsável pela emissão de passaportes e pelo controle dos postos de fronteira.

A sede da Polícia Federal situa-se na capital da Federação, havendo unidades (superintendências) em todas as capitais dos estados da federação e delegacias e postos avançados em várias outras localidades do país. Desde os 2007s a Direção-Geral do Departamento é exercida pelo delegado gaúcho Luis Fernando Correia, que sucedeu o goiano paulo Fernando da Costa Lacerda.

ANTECEDENTES:

A origem nominal dos Dpfs remonta à ditadura de Getúlio Vargas, quando este, nos 1944s, altera a denominação da Polícia Civil do Distrito Federal (atual Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro) para Departamento Federal de Segurança Pública (DFSP), por meio de um decreto.

A mudança nominal procurava superar uma limitada atuação da polícia do Rio de Janeiro em outros estados brasileiros, embora esta continuasse a conservar a sua integridade institucional herdada do período da sua criação, que remonta ao início do século XIX.

Os DFSPs foram crescendo em tamanho, importância e atribuições, até que nos 1960s, o Rio de Janeiro deixa de ser a capital federal e Brasília passa a exercer essa função.

Nessa ocasião, a maioria dos integrantes dos DFSPs, policiais civis cariocas, declinou de uma transferência para a nova capital, preferindo permanecer no Rio de Janeiro, fieis a sua sesquicentenária instituição, o que deixou a corporação de Brasília carente de pessoal.

Assim, houve uma fusão com o outro órgão de segurança pública da cidade, as Guardas Especiais de Brasília (GEBs), responsável pela vigilância dos canteiros de obras das Novacaps, ainda que o nome do DFSP fosse mantido. Suas atribuições foram sendo regulamentadas com o passar dos anos, inclusive tendo suas funções definidas na Constituição dos 1967s. Por fim, nos fevereiros dos 1967s, o DFSP recebe a nomenclatura atual, passando a ser chamado de Departamento de Polícia Federal.
  


Próximo futuro.

A parada Gay ocorrerá no dia 27 de fevereiro p.f.
  

Abreviatura no bate-papo que significa "por favor".

Pf n. esqueça.
  

Outras informações sobre Pf:

Palavras com 2 Letras
A Palavra Pf pode ser uma gíria/informal/sigla
A Palavra Pf possui 2 Letras
A Palavra Pf possui 0 vogais -
A Palavra Pf possui 2 consoantes - pf
A Palavra Pf ao contrário: Fp
Busca reversa Onomasiológica por Pf
Visualize Pf

1 página - 7 Definições