Lebará

Por (SP) em

Significado de Lebará:

Pomba-gira, lebará.

É uma entidade tão poderosa, que por muitos é mal compreendida. Lebará não é a alma de uma prostituta, isso é preconceito. E o que acontece em muitos terreiros é que fazem a imagem das lebarás como uma mulher da vida, que atiça aos homens e que vêm com segundas intenções. Está é uma das maiores mentiras que os próprios espíritas inventaram e que as pessoas das outras religiões distorceram mais ainda. Espírito não tem sexo, então um lebará pode ter sido na ultima reencarnação um homem que optou por seguir a "carreira" evolutiva como um lebará. Elas são exus, só que no feminino. Mas, se espírito não tem sexo, para quer ter um exu no fêmea? É porque tudo no nosso Universo tem o princípio feminino e o princípio masculino, então se existe uma entidade masculina exu, é necessário exus no princípio feminino.
Muitos também associam essa imagem de "mulher-da-vida" devido a forma como veem incorporadas, por virem contentes, alegres, rindo, bebendo e fumando. Bom, muitos dos que vão ao terreiro em busca de um auxilio, estão desolados, tristes, magoados, irritados e etc, então esta forma das entidades virem é meio que uma "injeção de ânimo" nessas pessoas, e porque a alegria traz um bom axé ao terreiro. É preciso tomar cuidado para não confundir estas entidades tão poderosas, formidáveis e espíritos de luz com eguns, porque muitos dos espíritos baixos e sem luz tentam se passar por exus e lebarás fazendo trabalhos errados, prejudicando os terreiros e as pessoas. É preciso saber avaliar as entidades e conhecê-las bem, para que isso não ocorra.
As lebarás são espíritos mais antigos, mais sábios e poderosos, com uma carreira evolutiva um pouco maior; elas gostam das cores preto e vermelho, tanto para velas quanto para o vestuário, mas também segundo as que orixás são subordinadas, vão gostar do amarelo ou dourado (Oxum), do rosa (Iansã e Obá) e etc; suas bebidas são sempre adocicadas, gostam muito de licores, Martini e principalmente o champanhe e o espumante, fumam cigarros e cigarrilhas, de boa qualidade. Se o médium for mulher pode haver um vestuário com saias coloridas, colares, pulseiras, brincos, ojás de cores diferentes, capas e etc. Geralmente os médiuns homens não autorizam que isso ocorra, pois afinal o corpo é deles e não precisam utilizar essas roupas que podem gerar um certo constrangimento mas sim homens também incorporam lebarás, todos nós temos um exu e um lebará que o acompanha.
Os trabalhos dessas moças estão relacionados a tudo. Elas não estão aqui só para trabalhos relacionados a amor, têm lebarás que preferem trabalhar com desmancho de feitiços, com abertura de caminhos e etc, do que trabalhar com questões ligadas ao amor, por isso é preciso conhecer bem as entidades, pois cada uma muda e também "puxam" um pouco do médium, dando características únicas. Enfim, são exus poderosas, que nos auxiliam em tudo e merecem o respeito no terreiro, pois além de tudo também são mensageiras dos orixás como os exus.


Exemplo do uso da palavra Lebará:

As lebarás podem trabalhar com desmancho de feitiço, abertura de caminhos e etc, ou com questões ligadas ao amor.